Capa Mobile
Região

Serra Gaúcha

O Rio Grande do Sul é o estado mais ao Sul do Brasil. O estado se divide em regiões com características bastante distintas entre si. A Serra Gaúcha também é dividida em regiões, como a Região das Hortênsias – onde estão Gramado e Canela - o Vale do Paranhana, os Campos de Cima da Serra e a Região da Uva e Vinho. 

Por aqui vamos falar mais da Região da Uva e Vinho, que fica localizada no nordeste do estado e é sede dos municípios com a maior produção de uva e vinho do Brasil. Além disso, é um dos destinos mais procurados, tanto pelos visitantes locais, quanto pelos que vêm de outros estados do país e também de outros países. 

Toda carga cultural trazida junto com a imigração italiana movimentam milhares de pessoas todos os anos, desde os ativos turísticos da região como a cultura do vinho, as belezas naturais e os atrativos para famílias e crianças e, como não poderia ficar de fora, a gastronomia. 

SOBRE A REGIÃO 

A Região da Uva e Vinho é composta por paisagens deslumbrantes. Para muitos turistas acostumados a ver as belezas naturais do Brasil pela ótica tropical, de praias e palmeiras, a Região da Uva e Vinho é de uma beleza inesperada. Mas os cenários de vales, morros e colinas encantam até mesmo quem mora na região. 

Além da natureza, a colonização europeia se manifesta em diversos aspectos turísticos aqui. A arquitetura, a história dos imigrantes e a gastronomia típica foram responsáveis por fazer da Região da Uva e Vinho um destino repleto de experiências únicas no país. Pela vocação vitivinícola da região, ela atrai apreciadores de vinhos e espumantes durante o ano todo. O turismo no mundo do vinho, as experiências gastronômicas de mesa farta e animada, a cultura do povo e as atrações de lazer e religião recebem com braços abertos os diversos tipos de turistas que passam por aqui. 

PARA VISITAR A REGIÃO 

QUANDO IR 

A Região da Uva e Vinho tem atrações incríveis nas diversas fases do ano, cada uma com suas características: 

VERÃO - DEZEMBRO, JANEIRO, FEVEREIRO E MARÇO 

Do início de janeiro ao final de março - podendo variar um pouco a cada ano, mas sempre durante o verão - a Região da Uva e Vinho vive o período da Vindima. A Vindima é a época da colheita das uvas, o fruto do trabalho de um ano inteiro e uma importante etapa na produção de vinhos e espumantes. É, sem dúvida, uma das épocas mais animadas do ano para os moradores e também para os turistas, além de uma das mais lindas também, com parreirais cheios de uvas maduras. 

A região fica repleta de atrações especiais em vinícolas, restaurantes e hotéis, como as experiências de colheita e a tão procurada pisa das uvas, entre várias outras. Vale deixar claro: faz calor, e muito, no verão gaúcho. É a época perfeita para procurar as experiências ao ar livre, como os passeios pelos parreirais, as atrações dos wine gardens os tão queridos piqueniques. 

Engana-se quem busca um verão ameno por aqui. Os dias são quentes e a trégua para o calor acontece somente no início da noite. Aconselhamos fortemente o uso de protetor solar e também de repente, pois diversas atrações envolve um passeio pelos vinhedos, ou seja, a céu aberto e em meio ao verde. 

INVERNO - JUNHO, JULHO, AGOSTO E SETEMBRO

O frio, tão procurado aqui na região, tem também a sua vez. As temperaturas por volta dos zero graus, ou até negativas, são comuns nessa época do ano. No inverno as possibilidades de neve e geada encantam os turistas, que parecem ser pegos de surpresa por um Brasil tão diferente daquele cheio de praia e calor. Assim, o apetite pelas degustações de vinhos tintos aumenta ainda mais no inverno. 

Unindo a isso as lareiras acesas dos hotéis e pousadas e os restaurantes com a gastronomia italiana e sua característica de comfort food, visitar a Região da Uva e Vinho no inverno é conhecê-la em um dos momentos mais charmosos do ano. Vale lembrar que o inverno é a alta temporada do turismo por aqui. Assim, também é comum encontrar atrações criadas especialmente para esse período. 

OUTONO E PRIMAVERA - ABRIL E MAIO/OUTUBRO E NOVEMBRO

 São as estações de temperatura mais amena. Os atrativos naturais ganham o maior destaque - o pôr do sol durante o outono e as experiências ao ar livre durante a primavera, por exemplo, são imperdíveis. Além disso, é durante a primavera e o outono que você faz o turismo de baixa temporada. 

COMO CHEGAR 

DE AVIÃO 

O trajeto mais comum de avião é o desembarque no Aeroporto Internacional Salgado Filho de Porto Alegre ou no aeroporto de Caxias do Sul. A partir daqui você pode alugar um carro, aproveitando para visitar as cidades ao redor do seu destino - há serviços de translado e também a opções de ir de ônibus. 

DE CARRO

Partindo de Porto Alegre a Bento Gonçalves o trajeto tem cerca de 120km, uma viagem com aproximadamente 2 horas de duração.

Roteiros & listas - Serra Gaúcha:

Experiências para comprar - Serra Gaúcha

Quer mais dicas para viver no mundo do vinho?

Deixe seu e-mail aqui e te enviaremos dicas e sugestões para você viver experiências incríveis!
*
*
Logo Guia Wine Locals

Informações de contato

Fale com a gente através do email:

oi@wine-locals.com

Siga-nos nas Redes Sociais

  1. facebook
  2. instagram
  3. tiktok

© 2023 Wine Locals, todos os direitos reservados

CNPJ: 32.603.492/0001-04 Razão Social: SHAREEAT DESENVOLVIMENTO EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇĀO LTDA